Diabetes

Mulheres que nunca tiveram diabetes mellitus, mas que têm altos níveis de glicose durante a gravidez têm diagnóstico de Diabetes Gestacional. Atualmente no Brasil, 18% das gestantes têm este diagnóstico.

Durante a gravidez, a placenta produz hormônios importantes para o crescimento fetal, mas eles dificultam a ação da insulina materna. Esta situação é chamada de resistência insulínica. A gestante tem que produzir ao redor de 3 vezes mais insulina para vencer esta resistência e isto predispõe ao diabetes.

O Diabetes Gestacional ocorre mais comumente no final da gravidez portanto não é relacionado a malformações fetais.

É importante, quando diagnosticado, iniciar o tratamento com dieta( se possível com orientação de uma nutricionista acostumada a lidar com gestantes), atividade física liberada durante a gestação ( como caminhada, hidroginástica) e monitorização da glicemia capilar. Se estas medidas inicias não forem suficientes para um bom controle, a medicação permitida na gravidez é a insulina.

Lembrar que a falta de tratamento adequado pode levar a bebês muito grande ao nascimento( o que dificulta o parto), com complicações como hipoglicemia e ictericia prolongada.

Importante

Toda gestante DEVE realizar o teste oral de tolerância a glicose entre a 24a e 28a semanas para o diagnóstico.

A boa regulagem hormonal evita doenças endócrinas

Especialidades

UMD

Av. Indianópolis, 530
Indianópolis - São Paulo - SP
CEP: 04062-000

Tel: (11) 5053-8999

Responsável Técnico

Dr. João H. Romaldini
CRM: 13736
Endocronologista

UMD Resultados

Obtenha seus exames de maneira prática e rápida através de nosso sistema online.

Clique aqui para acessar a área de resultados da UMD.